quarta-feira, 16 de março de 2016

Forsaken, 2016.

Um faroeste sem cenas memoráveis ou diálogos marcantes, bom mesmo é ver pai e filho atuando juntos, Kiefer Sutherland e Donald Sutherland em boa forma.


"Em 1872, John Henry Clayton é um pistoleiro aposentado que retorna para sua cidade natal com o objetivo de reparar sua relação com o pai distante, o reverendo Clayton. Ele logo descobre que há na região uma gangue de criminosos que aterroriza fazendeiros que se recusam a vender suas terras. John é o único que pode detê-los, mas seu pai não quer ver seu filho voltando para uma vida de violência." 


A trilha sonora é esquecível, a fotografia é maravilhosa, a cenografia é bem clara e limpa (até demais para um faroeste), o roteiro é simples, tem começo, meio e fim, contém praticamente todos os clichês que um western precisa ter (bem básico!), este longa não tem muito para entregar, senão pelas boa atuações. Demi Moore, Michael Wincott, Brian Cox e Landon Liboiron completam o elenco do filme que é dirigido por Jon Cassar (ele dirigiu vários episódios da série 24 Horas).


É um bom passatempo para uma tarde sem compromisso. Recomendo para fãs de faroestes mas não espere muito deste, e pode ser que alguma coisa surpreenda.