sábado, 24 de junho de 2017

O Duplo (The Double, 2015).

Mais um desses filmes que não me deixam dormir... Sensacional!


Ele me lembrou "Clube da Luta" (1999), "Brazil - O Filme" (1985), "Cisne Negro" (2010), "Metropolis" (1927), "O Homem Duplicado" (2013)... Mas aí nós lembramos que este filme é baseado numa obra homônima do escritor, filósofo e jornalista russo, Fiódor Dostoiévki de 1821, seria ele a verdadeira inspiração para estes outros clássicos (tanto da literatura quanto do cinema)? Há grandes chances.


Tímido, solitário, rejeitado pela amada, Hannah (Mia Wasikowska), Simon (Jesse Eisenberg) tem um choque ao conhecer seu novo colega de trabalho, de nome James. Fisicamente idênticos, os dois são opostos em termos de personalidade. Com uma fotografia escura, pouco iluminada e em tons de sépia, o filme se torna claustrofóbico até incômodo meio ao comportamento passivo do protagonista, e eis que surge o seu oposto, que inicialmente parece ser um aliado que vai ajudá-lo com a sua introspecção, só que não! A medida que vamos avançando com a trama, os "duplos", vão conflitando de maneira mais inesperada a ponto de sentirmos raiva de um e pena do outro. Mas o que se passa? A grande questão é, quem é este duplo e com que propósito ele apareceu? E estas respostas são adquiridas de maneiras diferentes para cada espectador, já que neste longa não temos a resposta exata, e seu final apesar de ser claro para algumas pessoas, ele pode sim, ser interpretado e argumentado de outra maneira. Não chega a ser um final aberto à lá "A Origem" (2010), mas cabem outras interpretações. 


Minha primeira observação é que o filme não define em que época se passa, então não sabemos se no passado ou num futuro distópico, suas cores, como eu já disse antes, em tom de sépia, nos remete à algo retrô, noir, steampunk... carrega uma atmosfera pesada, o humor negro está presente e dá até para se divertir com tanta estranheza contida nos elementos que envolvem esta narrativa que foge dos padrões. O design de produção é outro ponto interessante, luminárias, papéis de parede, espelhos, televisões, fazem parte de cenários minimalistas, há muitos espaços vazios, e uma iluminação que quase sempre está na cabeça dos personagens. A iluminação mais intrigante que já pude perceber em uma produção, pois ela quer te dizer alguma coisa sempre, seja ela de cima para baixo ou de baixo para cima. E algumas vezes eu me perguntava: "De onde vem esta iluminação se a luz vem de lá...???...". Ah, e também há muitos, botões! 


Definitivamente não é um filme para quem só curte blockbusters, este filme vai fundo na psique e bota o espectador para refletir. Será que todo mundo tem o seu duplo? E mais ainda, mostra uma forma peculiar de apresentar uma história. O diretor Richard Ayoade, acerta a mão em enquadramentos assimétrico a fim de destacar a diferença entre os duplos, e voltando as luminárias e iluminação, vemos em algumas cenas a assimetria entre luzes e cores, o contraste entre o claro e o escuro nos ambientes em relação aos personagens. Enquadramentos precisos que nos mostram exatamente o que o diretor quer contar, mas que muitas vezes parece "desenquadrar", causando ainda mais estranheza ao espectador. E tem a trilha sonora, parte importante da trama com canções em japonês e um violino que influência diretamente nos nossos sentidos. É uma delícia apreciar!


Eu recomendo este longa para quem curte filmes que fazem "bagunça no cérebro", e que curtem filmes como os que eu citei lá no início do texto. Um filme inteligente, ousado, provocativo e que não pode passar despercebido.




sexta-feira, 23 de junho de 2017

Trailer: Pica-Pau

O Pica-Pau (no original Woody Woodpecker) foi criado em 1940. Os desenhos do Pica-Pau foram transmitidos na televisão pela primeira vez em 1957, no programa The Woody Woodpecker Show, que mostrava novas sequências animadas do Pica-Pau interagindo com as filmagens em live-action de Walter Lantz, como se uma pessoa e um desenho animado estivessem apresentando o programa juntos. 

Agora seu primeiro longa-metragem em live-action será lançado nos cinemas em outubro deste ano.


O brincalhão e travesso Pica-Pau está metido em mais uma de suas divertidas brigas por território, e dessa vez os inimigos são o vigarista Lance Walters (Timothy Omundson) e sua namorada Brittany (Thaila Ayala). Eles estão determinados a construir a sua grande casa dos sonhos, mas para isso, precisam derrubar a casa do Pica-Pau, que promete não deixar barato.
Assista ao trailer:



Direção: Alex Zamm
Elenco: Timothy Omundson, Thaila Ayala, Eric Bauza 


Estreia prevista para 05 de outubro nos cinemas.

Trailer: Divinas Divas


As Divinas Divas são ícones da primeira geração de artistas travestis no Brasil dos anos 1960. Um dos primeiros palcos a abrigar homens vestidos de mulher foi o Teatro Rival, dirigido por Américo Leal, avô da diretora. O filme traz para a cena a intimidade, o talento e as histórias de uma geração que revolucionou o comportamento sexual e desafiou a moral de uma época.

Assista ao trailer:


  • Gênero: Documentário
  • Direção: Leandra Leal
  • Roteiro: Carol Benjamin, Leandra Leal, Lucas Paraizo, Natara Ney
  • Duração: 110 min.
  • Ano: 2016
  • País: Brasil
  • Classificação: 14 anos

Hoje nos cinemas de todo Brasil.

Trailer: Meus 15 Anos O Filme


Bia é uma menina insegura. Ela tem gostos diferentes das meninas da sua idade: curte tocar ukulele, jogar videogame, ir ao cinema com o pai e, ainda – mas não menos importante – nunca beijou ninguém. Seus únicos amigos são seu pai Edu, Bruno, colega de sala e parceiro de composições musicais e seu gato Farofa. Tudo isso vai mudar quando Bia ganha uma festa de quinze anos com direito a buffet, vestido, valsa, e um show exclusivo da cantora Anitta. Agora ela vai passar por uma jornada de transformação sob os olhares da turma toda, inclusive de Thiago, o cobiçado galã da escola por quem ela sempre foi apaixonada. Mas será que é isso mesmo que ela quer?

Assista ao trailer:



Hoje nos cinemas de todo Brasil.


Trailer: O Círculo


The Circle é uma poderosa empresa de tecnologia, que veio para ajudar os usuários a se conectarem e realizarem suas tarefas diárias de forma mais ágil e eficiente. Trabalhar lá é o grande sonho de Mae Holland (Emma Watson), mas quando ela o realiza percebe que a misteriosa empresa não é aquilo que ela esperava.

Assista ao trailer:



  • Gênero: Suspense
  • Direção: James Ponsoldt
  • Roteiro: Dave Eggers, James Ponsoldt
  • Elenco: Abraham Lim, Afsheen Olyaie, Bill Paxton, Ellar Coltrane, Ellen Wong, Elvy Yost, Emma Watson, Eve Gordon, Fred Koehler, Hunter Burke, Jimmy Wong, John Boyega, Karen Gillan, Kelli Barksdale, Nate Corddry, Patton Oswalt, Poorna Jagannathan, Tom Hanks
  • Produção: Anthony Bregman, Gary Goetzman, James Ponsoldt, Tom Hanks
Em cartaz nos cinemas de todo Brasil.

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Novo Comercial de Planeta dos Macacos: A Guerra.

Nova imagem divulgada hoje pela EW.

Sinopse: O terceiro capítulo da franquia aclamada pela crítica e público mostra César e seus seguidores sendo forçados em um conflito mortal contra um exército de humanos liderado por um coronel impiedoso. Depois que os macacos sofrem perdas inimagináveis, César luta contra seus mais sombrios instintos e inicia sua própria jornada mítica para vingar seu povo. Quando ficam cara a cara, César e o Coronel se enfrentam e uma épica batalha para determinar o destino de ambas as espécies e o futuro do planeta. 
Assista ao novo comercial "Conheça Nova":


Assista aqui o segundo trailer:



Direção: Matt Reeves
Elenco: Andy Serkis, Woody Harrelson, Judy Greer, Max Lloyd-Jones





O longa tem estreia prevista para 13 de julho de 2017.

Novo Cartaz de Os Defensores.

Os Defensores tem estreia mundial em 18 de agosto. Veja o novo cartaz:


Os Defensores reúne Demolidor (Charlie Cox), Jessica Jones (Krysten Ritter), Luke Cage (Mike Colter) e Punho de Ferro (Finn Jones), quatro heróis extraordinários com um objetivo comum: salvar Nova York. A saga de personagens solitários atormentados por angústias particulares, mas que percebem como podem ser mais poderosos quando lutam juntos. 

Assista ao trailer:


Saiba mais sobre a nova série da Netflix em parceria com a Marvel clicando aqui.