segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Vamos Falar Sobre: Operação Big Hero.

Grande filme, confesso que eu não estava muito animada e me surpreendi!
Disney/Marvel uma parceria que deu certo mesmo, assim como Disney/Pixar, o longa é pura diversão e não deixa a desejar... Em quase nada!

Antes do filme começar tem o curta inédito: "O Banquete", fofo, engraçado, emocionante. Nota 10!
Curta animado "O Banquete".

Operação Big Hero a principio, pensei que seria um filme de super-heróis logo de cara, mas isso não é assim, esse é um longa de origem, os personagens são apresentados de maneira natural, criativa e bem-humorada, e bota humor nisso! O desenvolvimento dos personagens é satisfatório.


Além do humor, o filme tem muita ação e aventura, me lembrou Os Incríveis (animação da Disney/Pixar) em algumas cenas de ação. Tem também uma dose extra de emoção, silêncio total no cinema... Eu quase chorei, confesso!
Os efeitos visuais são bons (já vi melhores!!!), o 3D, pra mim, deixou a desejar, não recomendo. A trilha sonora é gostosa, divertida, animada, adorei!

A história se passa na cidade de São Fransokyo, uma mistura de São Francisco e Tóquio (tá óbvio, né?!). Hiro Hamada é o protagonista gênio, que não quer nada com estudar, até que seu irmão Tadashi o apresenta para seus amigos numa faculdade "para nerds", surpreso com o que encontra lá, ele decide que quer entrar para a faculdade.

Baymax é o mais novo "robozinho" que vai conquistar o coração de todos (as cenas dele logo no início fizeram todo o cinema gargalhar com vontade!), e os outros personagens vão nos conquistando a cada cena, a cada desafio apresentado. O vilão infelizmente não é assim, tão carismático.


O roteiro é bom, mas deixa alguma coisa pra sequência, o desfecho também não é muito satisfatório, apesar de ser um filme para crianças, achei que podia ser mais interessante, ficou um pouco óbvio demais. Essas coisas me incomodam um pouco, mas não chega a tirar o brilho do filme. No geral é um ótimo filme, dei boas e muitas risadas. A Disney de parabéns mais uma vez!


Lembrando aos apressadinhos de plantão: Não percam a cena pós-créditos, é impagável!