segunda-feira, 4 de abril de 2016

Robert Downey Jr.

Completando hoje 51 anos, ele começou com apenas 05 no cinema no filme Pound (1970).
Minha primeira lembrança dele foi no filme Weird Science (Mulher nota 1000, 1985) foi paixão a primeira vista!




Aos 10 anos, o ator viveu na Inglaterra e estudou balé clássico para enriquecer seu currículo. Aos 27 anos, em 1993, Robert teve sua primeira indicação ao Oscar como melhor ator por Chaplin, que também lhe rendeu indicação ao Globo de Ouro e ao BAFTA (vencedor). 

Mas nem sempre a vida foi flores, Robert teve sérios problemas com drogas, seu pai (que hoje muito se arrepende) o permitiu que experimentasse maconha quando ainda tinha 6 anos de idade, os problemas com as drogas começaram cedo, com isso ele teve dois casamentos finalizados e inúmeras prisões, afetando também o seu desempenho e popularidade como ator.
Quando foi convidado para participar da série de TV Ally McBeal em 2000, teve grande sucesso e isto fez com que fosse convidado a permanecer como parte do elenco fixo. Por este trabalho recebeu um Globo de Ouro e um SAG Award. Mas ele teve uma recaída e foi afastado do elenco devido ao seu envolvimento com as drogas e compromissos em tribunal. Depois de um ano de reabilitação, foi liberado só em abril de 2002. 

2008 ele estrelou o filme Homem de Ferro, que marcou sua volta definitiva como ator: "Sou um fã do Homem de Ferro porque ele não é um herói comum. Tem problemas com a bebida, é mulherengo, carismático e agradável. É um personagem rico e repleto de defeitos." Afirmou.

Em 2009, Robert recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Ator (coadjuvante) pela sua atuação no filme Tropic Thunder (Trovão Tropical, 2008), perdendo para Heath Ledger, que recebeu o prêmio postumamente. 
De lá pra cá, todo mundo já sabe! 

Uma curiosidade: No ensino médio ele foi praticante de Bullying e aos 16 anos foi suspenso do colégio por rasgar uma revista em quadrinhos de um garoto. Era um gibi do Homem de Ferro.
Robert Downey Jr. afirma estar livre das drogas desde julho de 2003, graças a sua família, terapia, meditação, programas de recuperação, ioga e a prática obsessiva de Wing Chun Kung Fu - ao mesmo tempo para não pensar em drogas, e para manter sua sanidade como ator: "Não estou interessado nos socos e pontapés. Preciso me comprometer inteiramente com algo que me humilhe. Se você estudar qualquer forma de arte, seja shaolin do século 18, seja pintura renascentista, os segredos do universo se abrirão com dedicação."




Ah, ele também canta! Veja um pedacinho do seu primeiro álbum lançado em 2004 chamado The Futurist:



Capa do CD - The Futurist









(Fonte do texto: Wikipédia)