domingo, 4 de outubro de 2015

Como Não Perder essa Mulher (Don Jon, 2013).


O título em português (Como Não Perder Essa Mulher), nada tem a ver como filme. Isso acaba atraindo o público errado. Pensem apenas em Don Jon.


O filme é inteligente e divertido,definitivamente não é um filme para quem procura uma comédia romântica, como muitos pensam (por causa do maldito título em português), vi muitas pessoas dizendo que não gostaram do final justamente por não estarem assistindo o que procuraram, 


É um filme realista e muito interessante aborda alguns tabus, e é muito atual, a direção (de Joseph Gordon-Levitt) faz um bom trabalho, a edição final é ótima, a passagem de tempo é o ponto alto, mostra a competência desse diretor estreante.
Recomendo, mas aviso, nem todos gostarão deste filme tão original. Mas é um filme de alta qualidade e constrói para desconstruir clichês. 

Estreia de Joseph Gordon-Levitt como roteirista e diretor, e está de parabéns. No elenco, Joseph Gordon-Levitt, Scarlett Johansson, Julianne Moore e Tony Danza. As atuações são tão convincentes, que você jura que já conheceu esses personagens em algum momento, na sua vida real.

Sinopse: Jon (Joseph Gordon-Levitt) mora sozinho e tem orgulho da vida que leva, sem se prender a alguém. Por mais que goste bastante de sexo, ele segue a filosofia de que nenhuma relação sexual é tão boa quanto pornografia, já que lá ele encontra exatamente o que quer. Entretanto, sua vida muda após conhecer numa boate aquela que seria a mulher nota 10: Barbara (Scarlett Johansson). Ele tenta levá-la para casa, mas ela faz jogo duro e nada acontece. É quando Jon percebe que terá mudar sua tática habitual, aceitando namorá-la e se submeter aos seus caprichos, caso queira ter algo com ela.



A trilha sonora é interessante e o elenco é maravilhoso, mesmo não entendendo algumas atitudes de certos personagens a principio, mas este é o diferencial, surpreende quando menos esperamos. As atuações são brilhantes, personagens marcantes em cenas com ótimos diálogos, bem construído em um roiteiro muito bem escrito.


Don Jon é um filme que vai mexer com a sua cabeça e talvez mudar alguns conceitos em relação a filmes sobre pessoas e relacionamentos. Divirta-se!