quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Vamos Falar Sobre Séries: "Narcos".


 Eu comecei o primeiro episódio, fui direto, só parei no oitavo porque eu precisava dormir... Já dá pra ter uma ideia do que eu achei da série. 

É uma série de tv americana produzida para a Netlix que nos apresenta Pablo Emilio Escobar Gaviria, mas não só sobre a vida do líder do cartel de Medellín, a série é uma aula de história sobre o narcotráfico, um período triste da história do povo colombiano, e a influência dos Estados Unidos na América Latina, o mais interessante é ver a ficção mostrando partes reais do que aconteceu através de imagens e notícias de jornais e de telejornais da época.




A produção executiva da série é de José Padilha (diretor de Tropa de Elite 1 e 2), ele também é responsável pela direção dos dois primeiros episódios, ver a dupla Wagner Moura e Padilha em ação é interessante, Wagner Moura agora está do outro lado da moeda, e não deixa nada a desejar ao compararmos com ao Capitão Nascimento, aqui a construção do personagem é um pouco diferente, já que se trata de uma série (talvez seja por isso), é mais gradativo o seu desenvolvimento (inclusive na forma física do ator), porém tão intenso e impactante como seu personagem em Tropa de Elite. 
 
A cinematografia é impecável, figurino, iluminação, cenários, tudo está em perfeita harmonia, de acordo com o período em que se passa a trama, com ótimas atuações, a série é apresentada pelo ponto de vista do protagonista, Steve Murphy (Boyd Holbrook - Garota Exemplar) o agente do DEA, que narra a primeira temporada. Para mim, é a única coisa que está sobrando aqui, mas para quem precisa entender melhor o que se passa serve como um apoio. Quem também está na trama é Pedro Pascal (GameOfThrones) como Javier Peña, também agente do DEA.

São 10 episódios muito competentes e cada um deles é muito bem dirigido, temos ao todo 4 diretores, o brasileiro Fernando Coimbra, o mexicano Guilhermo Navarro e o colombiano Andi Baiz, cada um dá um toque especial aos episódios, o que não falta é qualidade.





A primeira temporada acaba como toda grande série, com gostinho de quero mais. E que venha a segunda temporada, já confirmada de Narcos.